2015 B!RD$ (com/with balleteatro, 2ºano Dança) 
Projeto coreográfico em que a ideia de uníssono é a base de exploração e experimentação. Coletivo, a força em comum. Grupo. O movimento como sombra, reflexo, contaminação e consequência. Porque a ideia de “grito em uma só voz” é o ponto de partida, outros conceitos geram: ondas sonoras, dissonância, frequências fundamentais, polifonia, homofonia, amplitude e consonância. Interessa lembrar micro-sociedades, grupos isolados. 
A globalização. O novo | outro carimbo pós falha de percepção identitária.
B!RD$ é uma homenagem a Merce Cunningham, ao poder da dança e à fragilidade do mundo.

de Flávio Rodrigues
com Ana Menezes, Ana Mafalda Sousa, Ana Oliveira, Ana Sofia Pereira, Andreia Soares, Anita Grosse, Ariana Silva, Bruna Marques, Bruna Nunes, Carolina Vieira, Catarina Barbosa, Catarina Pinto, Daniela Gonçalves, Francisca Marques, Francisca Pereira, Gonçalo Cardoso , Helena Magalhães, Joana Magalhães, Maria do Rosário Silva, Mariana Fernandes, Miguel Leitão, Rute Azevedo, Sara Costa, Vítor Hugo Silva (Alunos do 2º ano de Dança do Balleteatro Escola Profissional.






2015 ENTRUDO (com/with Jorge Porto | Batucada Radical)
Este projeto nasce de um desafio lançado pela PortoLazer ao Balleteatro, e que consequentemente mo propôs: colaborar com o grupo de percussão Batucada Radical, sediado no Porto, e com direcção de Jorge Porto, no sentido de criar um momento de intervenção pública conjunto. 
Sou fascinado por manifestações de cariz tradicional, pelas raízes etnográficas da dança e da música nas suas diversas abordagens, tendo - principalmente nos últimos anos - desenvolvido nos meus projectos coreográficos um trabalho de recolha, re-interpretação e re-mixagem das mesmas num contexto globalizado(r), enquanto aglomerado de referências e mapeamento de novos territórios.
Em ENTRUDO interessa-me olhar a rua como espaço de manifesto conjunto a partir de vários corpos/vozes individuais; gerar assim um novo corpo a partir da multiplicidade de corpos envolvidos. Esta é uma performance de intervenção pacífica, mas onde a violência se vai apoderando do corpo dos intérpretes e do corpo dos sons enquanto elemento caracterizador e catalisador de dois lugares importantes na exploração coreográfica e cénica: 
ENTRUDO é assim uma performance, um manifesto enquanto metáfora do eterno ricochetear entre a falha/fragilidade e a resistência/insistência que nos caracteriza e que caracteriza o estado de arte actual. 

Composição cénica e coreográfica de Flávio Rodrigues
Composição musical e co-criação de Jorge Porto (Batucada Radical)
Interpretação de António Teixeira, Sebastião Beki, Iuri Costa e Rui Machado (Balleteatro)
Produção executiva de Tiago Oliveira
Produção de Balleteatro e Porto Lazer
Agradecimentos a Telma João Santos, Bruno Senune e Camila Neves





2015 BEVY VERSE$ (com/with Balleteatro, 2ºano Dança) 
VERSE$ é o titulo de um solo desenvolvido em 2014. Para BEVY VERSE$, pretende-se a sua re construção e re-criação, desta vez com um colectivo de corpos. A ideia de grupo e ou comunidade é recorrente. Noções como manifesto, um só corpo, aglomeração, sobreposição, tempestade, conflito, o pop e as massas são pontos de partida para dar lugar a um corpo vivo e enérgico.

De Flávio Rodrigues 
Com Ana Ester Ribeiro, Ana Lia Moura, Ana Margarida Silva, Ana Maria Ferreira, António Teixeira, Bruna Silva, Diana Moreira, Inês Macedo, Isa Silva, Iuri Costa, Joana Silva, João Costa, Mariana Marcelino, Patrícia Viana, Paula Barata, Raquel Dos Santos, Raquel Nicolau, Rita Ribeiro, Sara Araújo, Sara Gonçalves, Sara Moreira, Sebastião Beki, Tânia Tedim, Telma Gomes, Tiago Martins, Vanessa Cunha (alunos do 2º Ano do curso de dança do Balleteatro Escola Profissional)