2009 - Charlotte O'Day


PT
Recolhi uma série de material biográfico que girava em torno do "universo" da fama e do seu reverso, a decadência e o caos como etapa final. Ícones femininos como Marilyn Monroe, Marlene Dietrich, Vera Lynn, Nina Simone (...) tornaram-se partes fundamentais desta procura.
A criação de um musical feminino, e a tentativa de o deslocar no tempo (história) e no espaço, surge como primeira experiência a guardar deste projecto.
Contudo, com o decorrer do processo criativo, "Charlotte O`Day" assume novos rumos, levantando e problematizando questões de género: sendo o género uma questão não biológica, concebo um espaço performativo (espaço seguro), para habitar em mim (codificado socialmente como masculino) um outro. Que outro é este? E para onde vai?

EN
I collected a series of biographical material that revolved around the "universe" of fame and its reverse, decay and chaos as the final step. Female icons like Marilyn Monroe, Marlene Dietrich, Vera Lynn, Nina Simone (...) have become fundamental parts of this quest.
The creation of a feminine musical, and the attempt to shift it in time (history) and in space, arises as the first experience to save from this project.
However, with the course of the creative process, "Charlotte O'Day" assumes new directions, raising and questioning gender issues: The gender is a non-biological issue, conceiving a performive space (safe space), to dwell on me (socially encoded as male) one another. What kind of body is this? And where does he go?


Directors and interpretation: Flávio Rodrigues
Performer during the process (also presented at the Festival da Fábrica): Carla Valquaresma
Scenario:  Flávio Rodrigues, Carla Valquaresma and Tiago Oliveira
Support: Festival da Fábrica, Balleteatro e Contagiarte
Photographs: Tiago Oliveira and Flávio Rodrigues


Fotografias relativas à primeira versão (Apresentada no 11ª Edição do Festival da Fábrica em 2009, (Teatro Helena Sã e Costa, Porto) com interpretação de Carla Valquaresma.





+

Fotografias relativas à segunda versão, apresentada a primeira vez no Festival Feminiztizarte (Braga), com interpretação de Flávio Rodrigues.

Vídeo completo | Full video



+

2015 - Charlotte O'Day - STRIP (2009 - 2015)
Inserido no / presented at Festival Feminista do Porto | Galeria Gerardes da Silva, Porto

Fotografias | Photography ©Bruno Senune